Histórico

Brasão_do_Bonito_de_Minas.svgO povoado de Bonito foi fundado no ano de 1937 pelo Sr. João Gasparino Pimenta. Naquela época o local, ponto de pousada dos tropeiros vindos do Estado de Goiás, era conhecido como Lagoa do Barro. Proprietário da fazenda Santa Maria da Vereda e comerciante de gado na região João Gasparino tinha naquele local, às margens do Córrego Borrachudo, sua primeira pousada durante a longa viagem rumo à cidade de Montes Claros. Já naquele tempo, o homem que viria a fundar o povoado, sonhava com o surgimento de uma cidade naquele local. E foi buscando concretizar esse sonho que João Gasparino procura o proprietário daquelas terras, seu amigo e compadre João Antonio Coutinho, o qual doou parte destas para a fundação do povoado.

“Iniciam-se a demarcação do local com piquetes, balizas, indicando ruas, avenidas, casas residenciais, casas comerciais, escolas, praças, igreja e campo de futebol. A notícia correu por toda região. Fez-se a distribuição de lotes aos interessados a residirem no local, colaborando com tão significativo empreendimento” (PIMENTA, 1997).

Com o início do povoado, o nome Lagoa do Barro desapareceria para dar lugar ao nome Bonito.

”… seu fundador lança o olhar para o horizonte que o cerca, vê ao longe a estrada que liga Minas à Bahia e ao Goiás. O rio Borrachudo com sua sólida ponte, as árvores que a circulam, os coqueiros, o gado a procurar a água do rio, a paz do entardecer dá ao local muito encanto, muita poesia, vindo daí a inspiração para o seu fundador dar àquele povoado o nome de BONITO” (PIMENTA, 1997).

1939 – Inauguração da Igreja de Bom Jesus: Na praça Bom Jesus encontra-se a igreja mais antiga da cidade. Construída pelo Sr. Saul Pimenta de Carvalho a igreja possui um altar para a imagem de Nossa Senhora do Socorro e outro destinado ao padroeiro da cidade, Senhor Bom Jesus, imagens adquiridas em Bom Jesus da Lapa, na Bahia, pelo Sr. João Gasparino Pimenta. A inauguração se deu no dia 06 de agosto de 1939 e foi um dos maiores acontecimento religiosos da época. A primeira missa daquela igreja foi celebrada pelo vigário da paróquia, Padre Ramiro Felício Leite dos Santos.

1976 – Elevação do Povoado a Distrito Em 13 de maio de 1976 foi promulgada a Lei 6.769 elevando o povoado de Bonito à categoria de Distrito do Município de Januária. A instalação do Distrito do Bonito se deu no dia 14 de abril de 1977, dia em que também foi instalado o Cartório de Registro Civil e inaugurado o posto de saúde Bernardo Gomes Pimenta. A instalação do novo Distrito trouxe vários benefícios para à população local: ampliação do serviço de abastecimento de água, posto telefônico, fornecimento de energia elétrica.

1995 – Emancipação Política No dia 22 de outubro de 1995 o Tribunal Regional Eleitoral realizou um plebiscito consultado a população local sobre o desejo de se emancipar o Distrito de Bonito. Mais de 50% da população compareceu às urnas dos quais de 85,7% dos votaram em favor da emancipação. Em 21 de dezembro daquele mesmo ano chega a notícia de que havia sido sancionada a Lei 12030/95 promovendo a cidade 96 Distritos em Minas Geais estando o Distrito de Bonito entre eles Como a emancipação a nova cidade passa a se chama Bonito de Minas.

1997 – Posse do Primeiro Poder Executivo e Legislativo do Município de Bonito de Minas Como a emancipação a população bonitense voltaria às urnas no dia 03 de outubro de 1996, desta vez para escolher os primeiros Poderes Executivo e Legislativo do novo município. A posse se deu no dia 1º de Janeiro de 1997.